Balão Gástrico: Alternativa para quem não consegue emagrecer antes da cirurgia plástica!

/ / Balão Gástrico: Alternativa para quem não consegue emagrecer antes da cirurgia plástica!

Balão Gástrico: Alternativa para quem não consegue emagrecer antes da cirurgia plástica!

Sem intervenção cirúrgica, ou afastamento da rotina, método gera a perda média de 12% do peso inicial em até seis meses. Esta perda pode ser de até mais de 20% do peso inicial dependendo da atividade física e disciplina alimentar de cada paciente.

Quase metade da população brasileira está acima do peso. É o que indica pesquisa divulgada pelo Ministério da Saúde. Gerada por hábitos de vida cada vez mais nocivos, como consumo excessivo de alimentos industrializados e falta de atividade física, além de problemas metabólicos, o mal reflete um cenário que só tende a piorar ao longo dos anos, segundo especialistas. Frente a este dilema, cresce também a população em busca de procedimentos viáveis para conter o excesso de peso, que vão de medicamentos a cirurgias. No meio deste caminho está o balão intragástrico, que tem se destacado por sua eficiência comprovada em estudos científicos, pouco pouca invasividade e sem necessidade de cirurgia ou internação hospitalar.

Com uma casuística de mais de 700 mil casos ao redor do mundo, o método consiste na colocação via endoscopia de um dispositivo de silicone vazio no estômago, que depois é preenchido com soro e azul de metileno estéreis, num volume entre 400 e 700 ml. O balão é um método não cirúrgico, indicado para pacientes com IMC a partir de 27 kg/m2, que proporciona a sensação de saciedade, tanto pelo volume ocupado como pela localização em que é posicionado. Sua permanência no estômago é de até seis meses, tempo em que o paciente perde, em média 15 a 20% do peso inicial, podendo em casos selecionados ser superior a isso.

De acordo com cirurgião bariátrico e endoscopista, Dr. Giorgio Pedroso Baretta, o procedimento tem se apresentando como o de melhor custo benefício, por ser menos restritivo que cirurgias de grande porte e poder impulsionar de forma efetiva os pacientes à mudança de hábitos que vão lhe proporcionar a perda gradativa de peso, a ser mantida para o resto da vida, desde que tenham disciplina alimentar e realizem atividade física.

Apesar de provocar uma sensação de saciedade precoce, diminuindo a ingestão de alimentos pela redução do apetite, o balão intragástrico não prejudica a absorção de nutrientes pelo organismo, o que ajuda no bem estar do paciente.

Mas o balão não atua sozinho, especialmente se o paciente quiser manter o peso conquistado à longo prazo. Baseado em programa multidisciplinar, o objetivo do dispositivo é estimular o paciente para a perda de peso, desenvolvendo uma reeducação de hábitos de vida, que passa pela alimentação equilibrada orientada por nutricionista especializada, a realização de atividade física, e, se possível, acompanhamento psicológico – já que muitas vezes os fatores emocionais tem grande interferência nos comportamentos do obeso.

Mais informação sobre o método e o programa multidisciplinar do balão intragástrico podem ser obtido no site www.cirurgiaparaobesidade.com

2014-04-14T11:30:22+00:00 abril 14th, 2014|